12.19.2005

MUDANÇAS


Ah pois é. Fomos informados de que há mudanças em perspectiva. Para já, LTL estrá fora das manhãs durante não se sabe muito bem quando, ao abrigo de um plano de rotação. Ainda não sabemos muito bem o que é que se vai passar nas manhãs, mas em Janeiro haverá uma espécie de novo figurino, pelo menos no que diz respeito à decoração e acessórios. Música para respirar não faltará e o resto estará em cogitação. Até lá, o blog vai ficar em animação suspensa enquanto caminha inexoravelmente para os últimos estertores, que decidiremos na altura própria. O blog das manhãs era, e ainda é, mais ou menos, um projecto meu e da LTL. Com a saída dela, não fará muito sentido continuar... Até porque o site da oxigénio já está em funcionamento e em princípio crescerá em termos de dinâmica.

A todos um bom natal,
a todos um bom natal,
Desejo um bom natal, para todos vós,

(e em especial ao coro de santo amaro de oeiras)

12.18.2005

JÁ VIMOS ISTO



Jimi Hendrix versus Fun Lovin Criminals

12.16.2005

ADEUS... ADEUS!


Estou de abalada para férias. Regresso só no próximo ano mas, no que diz respeito à Oxigénio, numa nova modalidade.
Sim... é verdade... portámo-nos mal e fomos separados... eu e o Rui Portulez.
Agora a sério, a partir de Janeiro há alterações na programação da Rádio Oxigénio. Por isso, a minha prestação neste blog está suspensa, pelo menos, até dia 2 do próximo mês.
Desejo um Feliz Natal e um óptimo Ano Novo a todos.
Beijos!

NEW ORDER PLANEIAM BANDA SONORA PARA BIOPIC DE IAN CURTIS


Os elementos sobreviventes dos Joy Division, actualmente nos New Order, planeiam compor a banda-sonora para o biopic que está a ser preparado para o falecido vocalista da banda, Ian Curtis. O filme é baseado no livro escrito pela viúva do artista, Deborah, e serve de pretexto para assinalar o 25º aniversário da morte do carismático músico.
A película intitula-se “Control” e conta com a realização do conhecido fotógrafo Anton Corbijn.
O baixista dos New Order (ex-Joy Division), Peter Hook, declarou ao New Musical Express que a banda foi convidada para fazer a banda sonora do filme e disse “pensei logo que seria uma grande ideia ser os Joy Division a fazer a música para o filme sobre a banda, porque nunca tínhamos feito uma banda sonora”.
“Vamos trabalhar em material novo. O Anton Corbijn quer usar algumas músicas dos Joy Division o que fará com que cada tema se transforme num vídeo”, adiantou o músico, fazendo alusão à forma como foi filmado “Atmosphere”.

GRAHAM COXON CONFIRMA NOVO ÁLBUM PARA 2006


O ex-guitarrista dos Blur, Graham Coxon, confirmou a edição de um novo trabalho a solo para 2006. O próximo registo do músico tem edição agendada para 13 de Março e intitula-se “Love Travels at Illegal Speeds”.
O sucessor de “Happiness in Magazines”, editado em 2004, conta com o selo da Parlaphone Records.
“Standing on My Own Again” (sim, não é nada original) constitui o primeiro tema a ser extraído do novo trabalho.

12.15.2005

“BROKEBACK MOUNTAIN” LIDERA NOMEAÇÕES PARA GLOBOS DE OURO


“Brokeback Mountain” (na foto), um drama sobre o amor entre dois cowboys, realizado por Ang Lee, lidera as nomeações para os Globos de Ouro, anunciadas na terça-feira passada. O filme foi indicado em sete categorias, incluindo melhor drama. A 63ª cerimónia de entrega dos prémios da Associação de Imprensa Estrangeira de Holywood está marcada para 16 de Janeiro.
A película, baseada no romance homónimo de Annie Proulx, de 1997, foi também indicada para melhor realizador e melhor actor, para Heath Ledger. Um bom prenúncio, uma vez que os Globos de Ouro são normalmente considerados uma antevisão dos Óscares.
Ao contrário da academia, no entanto, a Associação de Imprensa Estrangeira e separa os dramas das comédias e musicais. Na primeira categoria, concorrem com “Brokenback Mountain” para melhor filme “Good Night, And Good Luck”, realizado por George Clooney, “King Kong”, de Peter Jackson, “A History of Violence”, de David Cronenberg, “Match Point”, de Woody Allen e “O Fiel Jardineiro” do brasileiro Fernando Meirelles.
A lista deste ano é já considerada um triunfo do cinema de pequeno orçamento sobre as grandes produções dos estúdios.
Para melhor comédia ou musical, a lista dos nomeados inclui as produções britânicas “Orgulho e Preconceito” e “Mrs Henderson Presents”, o biopic de Johnny Cash “Walk The Line”, além de “The Producers” e “The Squid and the Whale”.
Na categoria de melhor realizador, Ang Lee enfrenta a competição de Steven Spielberg por “Munique”, Peter Jackson, Woody Allen, George Clooney e o brasileiro Fernando Meirelles...
Russel Crowe recebe a sua quinta nomeação para um Globo de Ouro como melhor actor pelo trabalho em “Cinderella Man”. Na mesma categoria estão Heath Ledger (“Brokenback Mountain”), Philip Seymour Hoffman (“Capote”), David Straithairn (“Good Night, And Good Luck”) e Terrence Howard (“Hustle & Flow”).
Para melhor actriz, as já galardoadas com o Óscar Gwyneth Paltrow (“Proof”) e Charlize Theron (“North Country”) foram nomeadas juntamente com Maria Bello em “A History of Violence”. Na mesma categoria está apontada a protagonista de “Memórias de uma Geisha”, Ziyi Zhangfind, e Felicity Huffman, por “Transamerica”.
Nos musicais ou comédias, as nomeadas para melhor actriz são Judi Dench (“Mrs Henderson Presents”), Keira Knightley (“Orgulho e Preconceito”), Laura Linney (“The Squid and the Whale”), Sarah Jessica Parker (“The Family Stone”) e Reese Witherspoon (“Walk the Line”).
Os nomeados para melhor actor são Pierce Brosnan (“The Matador”), Jeff Daniels (“The Squid and the Whale”), Johnny Depp (“Charlie e a Fábrica de Chocolate”), Nathan Lane (“The Producers”), Cillian Murphy (“Breakfast on Pluto”) e Joaquin Phoenix (“Walk the Line”).

ESTREIA DE CINEMA: “KING KONG”


“King Kong” é o mais recente filme de Peter Jackson.
Nesta aventura dramática de "King Kong", Peter Jackson transporta a sua arrebatadora visão cinematográfica para a iconográfica história do gorila gigante capturado na selva e levado para um trágico destino na chamada civilização.
Jackson toma a seu cargo a realização, produção e co-argumento, rodeando-se de actores como Naomi Watts, que interpreta Ann Darrow, uma actriz oriunda do mundo do Vaudeville que se vê sem trabalho em Nova Iorque na época da depressão.
A sua sorte muda ao conhecer Carl Denham (papel interpretado por Jack Black), um realizador empreendedor e aventureiro que luta por um lugar “ao sol” na indústria do entretenimento.
Adrien Brody, vencedor de um Óscar da Academia por “O Pianista”, assume o papel de Jack Driscoll, um argumentista nova-iorquino que se torna no improvável herói de uma história de aventura e romance que vai testar a sua coragem física e o seu coração.
Além destes actores encontramos ainda Andy Serkis o homem que deu o seu contributo na trilogia “O Senhor dos Anéis” ao emprestar a voz, as expressões e as emoções ao personagem de Gollum e que, aqui, faz o mesmo ao próprio King Kong. Mas não é só... ele interpreta também um papel secundário (de carne e osso) neste filme.
Se quiserem saber mais um pouco sobre a “fita” podem dar uma saltada ao “site” www.kingkong.net/.

ESTREIA DE CINEMA:“O RESGATE DOS SOLDADOS FANTASMAS"


“O Resgate dos Soldados Fantasmas" é um filme de guerra assinado por John Dhal e que conta nos papeis principais com actores como Benjamin Bratt e Joseph Fiennes, entre outros.
Em “O Resgate dos Soldados Fantasmas", a história tem lugar no ano de 1945, numa altura em que centenas de soldados americanos que se encontravam prisioneiros, num brutal campo de guerra japonês, nas Filipinas, estavam prestes a terem o mesmo destino que muitos dos seus companheiros: a morte.
Esses eram os únicos soldados a manterem-se vivos nas Filipinas, dos 70 americanos e forças aliadas que se tinham rendido ao exército imperial japonês em 1942, logo após a retirada do general MacArthur.
Forçados a caminhar através da selva abrasadora, infestada de mosquitos, os sobreviventes foram aprisionados em remotos campos de concentração.
Neste campo específico, nas Filipinas, acreditando que estariam esquecidos dos seus compatriotas, os prisioneiros alcunhavam-se de “os soldados fantasmas” e lutavam pela sobrevivência.
Aconselha-se uma visita ao “site” www.miramax.com/thegreatraid/ para ficarem a conhecer um pouco mais sobre o filme.

MAIS DE 400 LONGAS-METRAGENS INSCRITAS NO 26º FANTASPORTO


Mais de quatrocentas longas-metragem já se inscreveram para a 26ª edição do Festival Internacional de Cinema do Porto, o Fantasporto 2006.
“Mais do que a quantidade dos filmes inscritos que, embora um pouco maior, é semelhante à dos outros anos, destacam-se a qualidade dos filmes inscritos, que é bastante boa”, disse à agência Lusa a directora do festival.
Beatriz Pacheco Pereira salientou que 2006 será o ano do Canadá, em termos de qualidade, “embora a Espanha e a Coreia do Sul também tenham mandado filmes muito bons”.
Além das habituais secções competitivas, o Fantas 2006 inclui retrospectivas dedicadas ao Cinema Expressionista Alemão, ao de Bollywood (Índia), às obras dos Irmãos Shaw e a Bill Plympton.
O certame decorrerá entre 20 de Fevereiro e 5 de Março de 2006 em diversas salas do Porto e Grande Porto.
Dois espaços novos vão emergir na programação do Fantas, nomeadamente o Auditório da Biblioteca Almeida Garret, que vai receber a grande retrospectiva do Cinema de Bombaim, mais conhecido por Bollywood, bem como uma exposição do artista belga Manú Gomez na Galeria da Biblioteca.
As secções competitivas são o Cinema Fantástico, que inclui a competição de curtas-metragens, a Semana dos Realizadores e a Secção Orient Express (este ano patrocinada pela Fundação Oriente), dedicada às cinematografias do Extremo-Oriente.
As secções não-competitivas são o Panorama do Cinema Português bem como as recém-criadas Secções “Porto em Curtas” e “Anima-te” (esta destinada ao público mais jovem).
A cinematografia homenageada este ano é a da Hungria, país que em 2006 celebra 60 anos de independência, numa iniciativa patrocinada pelo Ministério da Cultura húngaro e a Magyar Films.

12.14.2005

RESIDÊNCIA


Ulrike Gutzer é uma artista plástica alemã que está a tentar encontrar um intercâmbio de atelier. Ulrike quer vir para Portugal, oferecendo a sua casa/atelier situada no bairro Berlim-Friedrichshain aproximadamente a 15 minutos da alexandreplatz. Os promenores acerca de quantas pessoas da família de Ulrike terão de conviver não está expresso no anuncio, portanto informem-se primeiro porque este é um caso em que podem escolher a vossa familia a prazo

Para mais informações podem contactar directamente a artista

Por telemOVEL
+4901777331206
Ou pleo mail druwe@gmx.de

12.12.2005

DVD DA SEMANA: “O QUARTO PROTOCOLO”


Disponível em DVD a um preço em conta, por apenas 14 euros e 50, está um filme de que gosto bastante e que nos dá uma outra faceta do actor Pierce Brosnan (na foto). Refiro-me a “O Quarto Protocolo”.
Este filme não é, nem uma comédia romântica, nem Pierce Brosnan tem sequer um papel semelhante ao de James Bond.
“O Quarto Protocolo” é a adaptação ao cinema do romance de espionagem com o mesmo título escrito por Frederick Forsyth.
Neste filme, acompanhamos de um lado, um agente russo que vem colocar uma bomba atómica numa base aérea americana na Inglaterra. o objectivo é quebrar um pacto de não agressão entre o Reino Unido e (na altura) a União Soviética, o chamado “Quarto Protocolo” - uma ordem que vem da chefia do KGB com o intuito de “limpar a casa”.
Do outro, temos um agente do MI-6 que, por acaso, tropeça num elemento suspeito...
O agente russo (ou seja, o “mau da fita”) é Pierce Brosnan e na pele do agente dos serviços secretos britânicos está Michael Caine.
A realização deste “O Quarto Protocolo” está a cargo de John Mackenzie.
Devo dizer que é uma boa adaptação e não é à toa, que o próprio Forsyth, autor da história, é um dos produtores deste filme. Uma obra de espionagem despretenciosa, mas que agrada a quem é fã deste género.
E porque falamos de DVD's, convém falar de extras que, mais uma vez, não existem. Mas o filme vale bem a pena... aconselha-se!

MACGYVER


O concurso de design NEXT GENERATION está a procurar a melhor criação que trabalhe com novos materIais novos espaços, novas formas de comunicação. O mote é um tanto ou quanto piegas mas reconfortante : uma ideia que torne o mundo melhor, mais seguro e sustentável. Os projectos podem ter mesmo só a forma de ideia ou estarem já desenvolvidos. O ESSENCIAL É RESOLVEREM PROBLEMAS PRATICOS, resolução essa a apresentar em forma de livro com a ideia bem explanada ou então um vídeo que não ultrapasse os 3 minutos.
O preço da inscrição é neste momento 130 euros e os projectos podem ser entregues até dia 15 Janeiro. o vencedor ganha 8.500 euros.
Mais informações
www.metropolismag.com

12.09.2005

CLOONEY REALIZA ARGUMENTO DOS COEN


O actor norte-americano George Clooney vai realizar um argumento dos irmãos Coen. “Suburbicon” é uma comédia com um mistério à volta de um homicídio que Joel e Ethan Coen já tinham na gaveta há algum tempo.
O actor tinha uma vez confessado o desejo de participar neste projecto dos irmãos Coen, mas acabou por trabalhar primeiro noutro filme, “O Brother Where Art Thou”.
Depois, os realizadores acabaram por se embrenhar noutros projectos, e por isso Clooney propôs ser ele a tomar conta da realização do argumento. Para o actor, “Suburbicon” é “uma comédia muito interessante, muito engraçada e muito negra”.
As filmagens devem começar dentro de um ano.

SPIELBERG PRODUZ REMAKE DE “O FIM DO MUNDO”


Depois da “Guerra dos Mundos”, Steven Spielberg vai produzir uma outra história de ficção científica, desta vez uma nova versão para o filme “O Fim do Mundo” (“When World Collide”, 1951), anunciou a revista Variety.
“O Fim do Mundo”, cuja versão original foi filmada por Rudolph Maté, conta como a queda, em alta velocidade, de um cometa sobre a Terra, força a humanidade a seleccionar um grupo de sobreviventes para embarcar numa nave espacial rumo a outro planeta.
Spielberg vai produzir o “remake” para os estúdios Paramount, enquanto a realização vai ficar a cargo de Stephen Sommers, o mesmo de “A Múmia”... - Sim... eu sei!

ANA CRISTINA DE OLIVEIRA GANHA PRÉMIO


A actriz portuguesa Ana Cristina de Oliveira, a protagonista do filme “Odete”, de João Pedro Rodrigues, ganhou o prémio Janine Bazin para melhor interpretação, do Festival Internacional de Cinema de Belfort.
De acordo com o “site” do ICAM, o Instituto do Cinema, Audiovisual e Multimédia, “Odete” teve a sua estreia mundial em Maio passado, em Cannes, integrando a selecção oficial da Quinzena dos Realizadores, onde ganhou o prémio “Cinémas de Recherche”.
A estreia da película está marcada para o dia 29 de Dezembro.